sexta-feira, 20 de junho de 2014

= A Perda =


Com o coração batendo acelerado Miro esperava a hora
que fosse entrar no salão para dar autógrafos
Afinal esse dia era tão esperado, e a entrada foi triunfal
Mas olhava com ansiedade a porta.....esperava alguém....
A noite terminou, levantou impaciente da cadeira e saiu pelos fundos
entrou rapidamente no carro, não queria ver mais ninguém.
Em casa olhou os livros em cima da mesa, folheou umas paginas e
lembrou com carinho cada palavra na contra capa.........
sentou-se no sofá recostou cabeça na almofada, fechou os olhos suavemente.
Em passos lentos seu filho entrou, olhou os livros pegou um nas
mãos e leu a dedicatória....

" Para meu filho amado dedico cada palavras desse livro
com carinho, e agradeço por tudo que fez por mim! "
Mas ele não pode parabenizar seu pai ele já adormecia no
caminho da eternidade!


81 comentários:

  1. Bom dia
    Bom final de semana
    Mais um pequeno conto, nessa postagem
    Deixo meu carinho a vcs
    Bjusssss

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia minha querida!
    Que conto emocionante! Você foi soberba ao nos revelar de forma tão comovida como se sente um pai com a perda de um filho amado. Uma história triste porém belíssima.
    Beijos e um lindo final de semana

    ResponderExcluir
  3. Maravilha,Rita! E esse filho perdeu tempo e não chegou na hora.Agora amargará o peso na consciência e saudade! beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Rita,lindo,mas triste!
    Muitas vezes os filhos esquecem um pouco de seus pais,
    ou por algum motivo não aparecem na hora certa e aí essa perda,
    ficará na saudades.
    Linda história.
    Bjs amiga e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. Rita...incrivelmente bela uma descrição que suaviza uma dor bem grande!
    Bj amigo

    ResponderExcluir
  6. Que lindo e que triste!
    Um dia meu pai que amava escrever falou assim: "ainda bem que tenho meus filhos como leitores preferidos" e é verdade amávamos ler o que papai escrevia, até hoje amo ler seus escritos.
    Lindo seu texto viu?
    Um beijo no coração amiga linda.

    ResponderExcluir
  7. Belo texto, apesar de triste. Nos mostra que nunca podemos perder tempo, afinal, ele é muito precioso.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  8. O texto é reflexivo, pq acontece exatamente isso.
    Devemos dar valor as pessoas enqto estiverem conosco.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  9. Ei Rita! Emocionante e instrutivo conto! Beijo carinhoso de feliz fim de semana!! Renata

    ResponderExcluir
  10. Adorei, triste porém lindo, beijo
    http://www.procurafeminina.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde querida Rita.. em parte foi o que passei. sessão de autografos anos atrás e não aparecer ng.. bem complicado isso.. depois que não estamos mais aqui a gente ganha uma estatua em bronze e tal.. editoras ficam ricas publicando obras póstumas e tudo mais.. gostei do que escreveste.. bjs e lindo dia

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde Rita

    Texto lindo e emocionante que amei ler!

    Beijo, bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Rita...as vezes o reconhecimento chega tarde demais...ficam somente o eco das palavras.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  14. Triste sou emotiva demais e o tempo se encarregou de me fazer mais emotiva. O tempo e a vida.

    Quelida Rita aquela coleção da Avon eu conhecia a importada e adorei. Aí comprei alguns qd aqui chegou e o nude não levei, me arrependi voltei e comprei. Ficou bonito né?
    Ótima sexta-feira para vc!
    Obrigada pela visita.
    Beijos Coloridos!♥♥♥

    ResponderExcluir
  15. Oi Rita,
    Que emocionante o seu conto...
    é por isso que não podemos perder tempo,
    e transmitir todo carinho e elogio a quem amamos,
    enquanto estão entre nós...
    Bom fim de semana :)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Rita, toda perda é triste!
    Amei seus comentarios em meu blogue, sempre é um prazer vir aqui e te ler, agora que voltei das férias aos poucos visitando meus amados amigos que entre eles, você!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  17. Que pena! Por isso defendo a importância de sempre demonstrar amor a quem amamos enquanto é tempo! Um abraço!

    ResponderExcluir
  18. Rita querida,
    conto emocionante e real, bom pra refletirmos.

    Bjs, ótimo fds junto a sua família!

    ResponderExcluir
  19. Que texto lindo, traduz o que vem acontecendo hoje em dia.
    Lindo final de semana, bjs

    ResponderExcluir
  20. Queria ser um anjo,
    Ter a bondade nas faces,
    A sabedoria no olhar,
    Saber sorrir, saber confortar,
    Saber entender os aflitos, saber ensinar.
    Ir ao encontro de todos, e a todos amar.
    Queria somente ser um anjo
    Que ama você e nada mais.
    Um abençoado final de semana.
    Beijos esses com todo carinho,
    e o maior amor desse mundo.
    Evanir.
    minha amiga emocionante texto .

    ResponderExcluir
  21. Emocionante Rita.
    As vezes no meio da multidão a solidão, por isso a festa e solidão andam de mãos dadas no mesmo salão.
    Ótima para reflexão do valor que não damos a certos atos.
    Um belo fim de semana a você, que haja paz, alegria e muita luz.
    Um abração com carinho.
    Beijo de paz.

    ResponderExcluir
  22. Querida amiga hoje vim te desejar um belo fim de semana!
    E para dizer que estou voltando aos pouquinhos. estava com muitas saudades!
    abraço fraterno
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  23. Rita querida,
    muito emocionante e profundo este conto!
    Um feliz fds para voce!
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Oi Rita, emocionante este conto. Você escreve muito bem ao falar da dor de um pai com a perda de um filho. Muito profundo!
    Grata pela visita, um lindo e feliz feriado. Bjuss

    ResponderExcluir
  25. Gostei do conto mamis, que tristeza não terem mais tempo para
    dizerem palavras de afeto.
    Por isso nunca deixo para amanhã o que posso falar hoje.
    Que pode garantir que o amanhã virá?

    ResponderExcluir
  26. Oi rita
    triste, muito triste
    quem dera todos os filhos fossem atentos e amorosos!
    para com os pais

    bjo
    Zizi

    ResponderExcluir
  27. Olá, Boa noite, querida Rita
    ...parabéns pelo mini conto...
    ...a vida é imprevisível e não podemos desenhar o percurso que devemos tomar, tentar alterar o tempo, querer que tudo aconteça de acordo somente com a nossa vontade.Mas também não podemos vivê-la mais ou menos, com pequenas dúvidas pairando no ar, se eu tivesse feito isto ou aquilo ou como pessoas incompletas que se frustram na metade do caminho...precisamos , no agora , fazer, sempre, o que nos faz bem, abraçar o que nos faz feliz, beijar quem nos ama...dizer que amamos enquanto há tempo...
    Obrigado pelo carinho,bom final de semana,muita paz e luz, beijos!

    ResponderExcluir
  28. Que texto lindo, triste e tocante, Rita. Muito bonito. Nunca é bom deixar pra amanhã o que se pode fazer na hora. Depois pode ser tarde demais...Beijo e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  29. Olá Rita: um conto lindo , embora retrate uma triste realidade. A vida é curta e ,às vezes, não sabemos aproveitar cada momento que temos com aquela pessoa bem especial e importante nas nossas vidas.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  30. Bom dia,
    Conto muito bem escrito e lindo, o mesmo projecta o sentimento que permanece.
    Dia feliz
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  31. Temos que sempre fazer hoje,pois o dia de amanhã não nos pertence, Rita passando pra desejar um ótimo sábado beijos.

    ResponderExcluir
  32. Bom dia Rita.
    O valor do tempo, devemos da o devido valor as pessoas que nós amam, imagine a dor desse filho ao se da conta do que perdeu, a ultima oportunidade de está com o seu pai, e assim é a vida, nunca saberemos quando sera o nosso ultimo suspiro, por isso vamos amar a tudo e a todos se possível diariamente.
    Um lindo fds.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Em tão poucas e concisas palavras um turbilhão de emoção...
    Um abraço!

    www.euflordealfazema.com

    ResponderExcluir
  34. HOLA, COMO STAS? TUS TRABAJOS SON HERMOSO, TE FELICITO, QUE DIOS BENDIGA TU CREATIVIDAD.. AHORA TE SIGO, VISITAME TAMBIÉN, SIEMPRE SERAS BIENVENIDA.. ANIMATE.. BESOS, ABRAZOS Y BENDICIONES.
    ZHOBEYD@....

    ResponderExcluir

  35. Olá, minha amiga, Rita.

    Tudo de bom, para você.
    E os meus desejos de um fim de semana, excelente.
    Que a luz do Sol, aqueça os seus sonhos, e que o Criador, abençoe, os seus desejos, para que eles despertem e se concretizem.
    Desejos meus, de Saúde sempre e Paz.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  36. Lembranças... é o que fica.
    Levamos da vida a vida que fazemos.
    Somos lembrados por nossas atitudes.
    ... e quando o coração de quem fica aperta, o que vale é como somos lembrados.
    A questão é do que vamos deixar quando partirmos.

    ResponderExcluir
  37. Ai que tristeza este conto , fiquei muito triste , espero que
    eu não seja assim , e dê atenção á quem me ama.
    bjs
    Bom fim de semana.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Que pérola de conto,Rita.Triste,mas tão real e como devem ocorrer essas perdas!

    Obrigada pela visita,minha querida amiga.

    Um final de semana de bênçãos!

    Beijos e uma semana de alegrias

    Donetzka

    Face Book:


    https://www.facebook.com/donetzka.cercck

    Twitter: @donetzka13


    Blog Magia de Donetzka





    ResponderExcluir
  39. Daí a importância de dizer e demonstrar o quanto amamos as pessoas. Não sabemos até quando poderemos fazer isso e, normalmente, é só o que importa. Beijos querida.

    ResponderExcluir
  40. Lendo o seu poster, bom para refletirmos no que temos
    feito para está mais perto de quem amamos. O presente
    é o que importa. Amanhã quem sabe? Bjssss

    ResponderExcluir
  41. Aih, que triste!!
    Mas o pai deixou todo o seu carinho eternizado naquela dedicatória.

    E obrigada pela sua msg de aniversário no meu blog, viu?!
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  42. Olá Rita, gostei muito do texto, muito bonito!
    Estou retomando minhas atividades no blog, desculpe a demora na visita!
    Bjs e bom final de semana...
    Cris...

    ResponderExcluir
  43. Olá Rita!
    Texto bonito, um pouco triste.
    É importante demonstrar ás pessoas o quanto as amamos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  44. Oi Rita
    Que pena!
    O filho demorou a chegar, o que será que aconteceu?
    O pai morreu de desgosto...
    Mas, é apenas um pequeno conto.
    Beijos
    Mundo dos Inocentes

    ResponderExcluir
  45. Muito bem escrito , Rita. Se fosse verídico, eu não queria estar na pele desse filho.
    Beijo e boa noite!

    ResponderExcluir
  46. cheguei aqui nesta hora,
    venho visitar amiga Rita
    estou escrevendo agora
    sem pensar na triste vida.

    Pode mesmo ter acontecido,
    ou será imaginação do poeta
    editado nas páginas dum livro
    está muito bem escrito o poema!

    Tenha um bom domingo,
    amiga Rita, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  47. Deixou meu coração apertadinho... Só quem sabe usar bem as palavras consegue provocar reações assim no coração da gente.

    Beijos, Rita querida. Tenha um bom domingo.

    ResponderExcluir
  48. Texto lindo, embora muito triste, retratando uma amarga realidade.
    Beijo

    ResponderExcluir
  49. Rita,que conto lindo e tão triste essa distancia! Bjs e uma boa semaninha pra vc,

    ResponderExcluir
  50. Ola Rita,
    Lidar com as perdas nem sempre é muito facil. Seu texto me remeteu
    aos meus 15 anos quando perdi meu pai que foi dormir e não acordou mais.
    Nossa na época eu era muito nova e demorei ter aceitação do fato.
    Mas precisamos sim saber lidar com as perdas pois elas estão agarradas a vida.

    Beijos e uma boa semana

    ResponderExcluir
  51. Olá Rita e que tudo esteja bem contigo!

    Ainda que triste este teu pequeno conto em poucas palavras, se faz enorme com tão intensas emoções a envolver ao que por cá passam para ler, obrigado por compartilhar tão belos sentimentos, e também pelas sempre gentis visitas e comentários que por lá deixa!
    E agradecido eu deixo cá meu desejo para que seja sempre tão deveras intenso e feliz o teu viver, um grande abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  52. Oi miguxa linda, post emocionante...
    Parabéns!
    Bjssss e uma semana abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  53. Puxa,

    Que triste.

    Nossa vida aqui é tão rápida...não percamos oportunidades de dar um abraço, um sorriso, um muito obrigado, uma presença !!

    Rita, tenha uma semana iluminada,

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  54. Puxa que triste esse conto,o tempo não volta.
    Deixo meu carinho e paz.
    http://reginaladydapaz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  55. Ai Rita, que triste!!!!
    Cheio de emoção, muito bem escrito, parabéns!!!

    Abração e linda semana.

    ResponderExcluir
  56. Um pouco trágico, mas eu gosto porque a vida é feita de momentos como estes.
    Vivemos na ilusão e morremos na esperança.
    Adorei.

    ResponderExcluir
  57. Ritinha,

    Um belo texto, cheio de nostalgia.......tocou-me o fundo da alma...

    Adorei!

    Bjos

    ResponderExcluir
  58. Oi amiga Rita, um belo conto. Parabéns.
    Grande abraço, saúde, trabalho e paz.

    Ah, e bom jogo do Brasil para você também, rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  59. Que texto lindo!
    Muita saudade, muita lembrança, mas muito poético também!
    Bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  60. Algo tão real nos nossos dias, quando filhos esquecem os pais, e também quando os pais esquecem de elogiar seus filhos, afinal o amor deve vir dos dois lados ...

    Lindo texto Rita, serve-nos como uma maravilhosa reflexão!

    Bjks
    My

    ResponderExcluir
  61. Oi Rita!

    Achei muito triste... e real! Infelizmente!

    Abraços, Iris

    ResponderExcluir
  62. Rita,
    Um texto muito envolvente, bonito pena que não com um final feliz.

    O Cantinho virtual da Rita está na comemoração dos 2 anos do H. E. e O. P. veja lá.

    Bjs

    ResponderExcluir
  63. Olá Rita,
    Belo e emocionante texto! Maravilhosa sua sensibilidade!
    Parabéns! Grata pela visita e pelo carinho.
    Uma noite de muita paz para ti, querida amiga.
    Beijo

    ResponderExcluir
  64. Boa tarde,
    Conto maravilhoso e significante, nunca devemos deixar de elogiar ou dizer amo-te na hora certa para a pessoa certa, por vezes quando queremos já é tarde, foi o caso do filho do Miro.
    Tenha um dia feliz
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  65. Belo post, Rita... e importante lembrete para todos que ainda podemos beijar os nossos pais! Boa semana, amiga.

    ResponderExcluir
  66. Boa noite amiga Rita!!!
    Triste...por isso é melhor fazer agora o que temos vontade...daqui a pouco poderá ser tarde demais...
    Parabéns pelo escrito!!!
    Tenha uma semana feliz e abençoada!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  67. Minha amiga, não sei o que está acontecendo com o meu blogue, a minha lista de leitura sumiu, estou indo a esmo vendo as postagens dos meus amigos, percebi que já vim aqui, mas deixo uma boa noite para você!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  68. Triste, tocante, emocionante, real! Adorei seu cantinho.

    ResponderExcluir
  69. Que tragédia, Rita!
    Infelizmente o amor não tem a mesma medida para todos!
    :(
    Beijus,

    ResponderExcluir
  70. Muito bonito e significativo!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  71. A vida acaba quando menos se espera...e há quem diga que alguns sabem que ela vem a caminho.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  72. Lindíssimo e triste conto, Rita
    Temos que aproveitar a vida, pois não conhecemos os planos de Deus para conosco.
    Gostei demais!
    Um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  73. Olá,querida Rita
    sim, está tudo bem comigo ,Graças à Deus!
    Obrigado pelo carinho,bom dia,bela continuação da semana,paz e luz,beijos!

    ResponderExcluir
  74. Bom dia Rita, esse texto é de partir o coração... a perda nunca será esquecida ou preenchida, só podemos nos conformar e esperar que um dia nos encontramos em um lugar muito melhor, beijos e uma ótima semana com Deus em nossos corações.

    http://cidocemulher.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  75. Rita, quando não temos palavras, deixamos a voz do coração falar e como numa psicografia as mãos escrevem e traduz todo o sentimento. Fiquem em paz.

    Abraços

    ResponderExcluir
  76. Perder alguém é sempre dolorido, nossa.. Adorei o texto e seu cantinho.. Voltarei mais vezes.. Me visita quando quiser.. Beijoss

    ResponderExcluir
  77. Nesse gesto, fica a eternidade do amor, a esperança do reencontro num mundo de mais paz.
    Lindo, Rita.

    Ghost e Bindi

    ResponderExcluir
  78. Os Filhos são o sentido da Vida.
    Preciosos enquanto conseguimos sustê-los no colo. Depois, o seu caminho se afasta progressivamente e, muitas vezes (demasiadas, infelizmente) reencontram o(s) seu(s) progenitores quando é demasiado tarde para desfrutar da ligação que, afinal, sempre os uniu.
    O legado cjega-lhes ás mãos, demasiado tarde.
    Um Conto com a Verdade duma Vida.


    Beijos


    SOL

    PS: Não estou "filiado" ao Google+. por dificuldades técnicas para com o meu Blogue, pelo que não consigo Comentar quando apenas existe essa saída.

    ResponderExcluir
  79. Querida Rita
    Um conto lindo,verosímil e que faz cortar o coração.
    Nunca devemos deixar nada para mais tarde. Nunca poderemos recuperar uma oportunidade perdida.
    Parabéns pelo seu texto.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir

Obrigado pelo carinho,por deixar seu comentário,espero que tenha gostado ,volte sempre!!

Abraços com carinho!

└──●► *Rita!!